. : Notícias
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

Divaldo Franco e o Jovem – Magno Evento Catarinense




Este último setembro (2005) marcou o retorno de Divaldo Franco às terras catarinenses. Iniciando por Florianópolis, no dia 13, esteve no Centro de Convenções Centro-Sul, falando a 2.700 pessoas, que venceram o dia chuvoso e frio que tentou antepor-se, inutilmente, à magnética palavra do extraordinário tribuno baiano. Ali, Divaldo citando Allan Kardec destacou: “O Espiritismo marcha ao lado da Ciência mas não se detém onde a Ciência pára... “. Deste ponto de partida, abordou a temática O Espiritismo e a Psicologia Transpessoal, citando, como de hábito, inúmeros fatos, que prenderam a atenção e permitiram profundas reflexões sobre a excelência dos postulados espíritas dentre as diversas propostas filosóficas da atualidade.

Da capital estadual, Divaldo empreendeu uma trajetória que culminaria com seu retorno, ao final, a esta Capital, num total de 1.200 km, via rodoviária, o que nos dá uma visão do esforço que não mede, em favor da divulgação doutrinária. Curitibanos, no dia 14, recebeu-o por primeira vez. Divaldo desenvolveu, de forma notável, uma apresentação da Doutrina Espírita, ressaltando o surgimento de O Livro dos Espíritos, a grande proposta filosófica da atualidade; discorreu sobre as Obras Básicas e comentou sobre a intolerância religiosa que permanece atuante em certos setores, concluindo magistralmente com Jesus, Modelo e Guia, através de um conto que a todos sensibilizou (A Mulher Equivocada). Esta palestra foi transmitida ao vivo por uma emissora radiofônica local, cobrindo a extensa região de sua atuação com a mensagem espírita.

De Curitibanos, demandou Porto União, cidade limítrofe de União da Vitória, que fica ao Sul do Estado do Paraná, para dali, no dia seguinte, ir a Rio do Sul, que  também por primeira vez o acolhia. Dia 17 foi a vez de Jaraguá do Sul, onde, das 14h às 18h participou do 5º Encontro Catarinense Espírita na Área da Mediunidade, com os 990 lugares disponíveis na Sociedade Cultural Artística totalmente tomados. A Federação Espírita Catarinense, que se fez presente em todos os eventos, na pessoa de seu Presidente Gerson Tavares, incumbiu-se de fazer os registros em DVD desse Seminário, para posterior envio à Mansão do Caminho, que em breve o estará disponibilizando.

No domingo, dia 18, Divaldo encerrou seu roteiro em Florianópolis, conforme já mencionado. No mesmo local, perante 1.000 participantes o tão aguardado “Encontro com os Jovens” transcorreu em um clima de intenso júbilo. Divaldo recebeu uma lista de questões formuladas pelos jovens, os convidados especiais daquela tarde. Através da técnica denominada história com interferência, iniciou o Encontro, logo “dominando” aqueles olhinhos juvenis, que o acompanharam como o faz um músico ao seu maestro.

Horas extremamente agradáveis transcorreram na resposta às quarenta perguntas apresentadas, o que certamente foi favorecedor ao comparecimento do Dr. Bezerra de Menezes, que deixou a mensagem, abaixo transcrita. Antes, permitimo-nos transcrever, também, a derradeira pergunta endereçada ao querido Divaldo:

― O que o Dr. Bezerra de Menezes fala do futuro do jovem no Movimento Espírita do Brasil?

Divaldo: ― Quando recebi a pergunta, consultei ao Dr.Bezerra de Menezes e ele disse-me: “Diga aos nossos queridos filhos, que eles não são a esperança, eles são a realidade do amanhã. Diga que os Mentores da Humanidade confiam neles, na condição de construtores da Humanidade do futuro. Eles são o alicerce da sociedade infinitamente feliz. Diga-lhes que são a força, e os mais velhos são a Sabedoria. É necessário unir a força com a Sabedoria, porque a força que não tem discernimento transforma-se em desastre, e a Sabedoria que não tem força não pode produzir nada. Diga que eles são o futuro, mas devem cuidar do presente, porque se o presente não for rico de bênçãos, o futuro será assinalado pela tragédia. Diga que eles firmaram um contrato, no Além, para esta experiência. Todo o contrato tem cláusulas e algumas cláusulas que eles firmaram, exige-lhes alguns sacrifícios: saúde moral, boa conduta, entusiasmo na luta, não sintonizar com o mal. Diga aos nossos filhos..”. ― Neste momento, Divaldo fez breve pausa, e aditou: “O Dr.Bezerra está aqui conosco” ― “... que perseverem no Bem.”

A partir da notificação de Divaldo, sua voz gradativamente foi tomando outra entonação, até atingir as já conhecidas características do amoroso e dedicado médico. Impossível foi-nos conter a emoção. Fez-se absoluto silêncio... Bezerra prosseguiu:

“Filhos! Perseverai no bem! Não desistais do ideal do bem, nunca. Aos doze anos, Jesus esteve no ministério ante os Doutores da Lei. A juventude espírita, na atualidade, é algo de muita importância. A mensagem dos Espíritos imortais chegou à Terra através de médiuns jovens. O apóstolo Paulo, em se comunicando com seu jovem discípulo, escreveu-lhe uma carta: "Timóteo, meu filho, que Deus abençoe a tua juventude". Jesus chamou a João, o futuro Evangelista, quando este contava dezesseis anos.

Os jovens de hoje estão preparados pelas informações para construir o mundo melhor da Humanidade. Amadurecidos no Bem, são a árvore frondosa que deve dar abrigo, lenho, flores e frutos em favor do porvir. Filhos da alma, avancem no rumo do destino que vos está traçado! Não revideis mal por mal, nem erro por erro. Se fordes chamados ao testemunho, exultai, cantando o hino da imortalidade. Nós, os Espíritos Espíritas, saudamos em vós todos a Era Nova, que já começou. Deixai que as criaturas percebam em vossa conduta o selo do Mestre Jesus, que é a cordura, que é a mansidão. Haja o que houver, amai. Somente no algodão do amor morrem os petardos do ódio. Confiai em Deus e entregai-vos. Suplicamos ao Amorável Mestre que vos abençoe e a todos vos guarde em dúlcida paz.

O servidor humílimo e paternal, que vos abraça, Bezerra.

Muita paz meus filhos.”
                                                 

Delcio C. Carvalho

Matéria publicada no Jornal Mundo Espírita/novembro de 2005

 
     
 
 
 
. Últimas Notícias

 
 
 
Documento sem título