. : Notícias
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

Conversando sobre Espiritismo - C.E. Caminho da Redenção - Salvador, BA, em 5.5.2022


O programa semanal, em formato híbrido – presencial e virtual -, Conversando sobre Espiritismo, teve como convidado, no dia 5 de maio, André Luiz Peixinho, Presidente da Federação Espírita do Estado da Bahia.

O Presidente do Centro Espírita Caminho da Redenção/Mansão do Caminho, Mário Sérgio Pinto de Almeida, convidou ao palco duas trabalhadoras espíritas, radicadas no estrangeiro, para representarem as caravanas internacionais presentes.

Realizada a prece inicial por Solange Seixas, Mário Sérgio apresentou as boas-vindas ao público, passando, de imediato, a homenagear Divaldo Franco, pelo seu 95º aniversário.

O Setor de Educação da Mansão do Caminho apresentou sua homenagem ao fundador aniversariante, tocando profundamente os corações que assistiram o vídeo preparado pelos alunos. A Dra. Kátia Marabuco, Vice-Presidente da Associação Médica Espírita – AME/Brasil, prestou uma homenagem em nome da Associação e de seu Presidente, Gilson Luiz Roberto, entregando placa alusiva aos 75 anos de oratória de Divaldo Franco, felicitando-o, igualmente, pelo transcurso de seu aniversário.

André Peixinho, em suas palavras iniciais, saudou Divaldo Franco, felicitando-o, em nome dos espíritas baianos, afirmando que, a partir de agora, Divaldo Franco está rumando para o centenário.

Divaldo, o arauto da Doutrina Espírita e de Jesus, asseverou que o momento é de muita significação, agradecendo, como servidor, a bênção da saúde que lhe permite continuar nas fileiras do Espiritismo, que é o oxigênio para a sua alma.

Recebeu o carinho e a bondade dos corações generosos, experimentando grandes emoções, agradecendo os presentes, as orações e todas as deferências e gentilezas dos corações afetuosos, que são gestos fundamentais para sustentá-lo na continuação da vida.

Afirmou o nobre aniversariante que Deus enseja múltiplos caminhos e ele escolheu os que o ajudaram a se melhorar, sentindo gratidão. Informou não se sentir merecedor das homenagens, transferindo-as a Allan Kardec, um exemplo aos espíritas.

Reconheceu, porém, aceitar a bondade, os bons pensamentos e as orações enviadas a ele. Agradeceu a participação das caravanas de outros Estados e países, as inúmeras mensagens homenageando-o, bem como a solidariedade, principalmente nos momentos difíceis, rogando seja tratado com tolerância e bondade, ante possíveis equívocos que venham ocorrer. Particularmente, agradeceu ao Presidente da Mansão do Caminho, Mário Sérgio, pela nobreza e dedicação em servir, mesmo com sacrifícios, estendendo seu agradecimento à sua equipe.

As reflexões, inerentes às perguntas, foram em torno da desencarnação e da morte e suas consequências, da fé e da razão. Destacou, o nobre conferencista, que o amor a Deus e a Jesus deve se constituir em convicção, enriquecendo-se com as luzes divinas. O homem ainda é belicoso pela predominância de sua natureza animal sobre a de natureza espiritual. O egoísmo da criatura humana, juntamente com a soberba, torna-a percursora da violência. Todo e qualquer poder na Terra desaparece por ocasião da desencarnação.

Finalizando, exortou a amar um pouco além do que já é possível amar, dando crédito aos que não amam, amando-os ainda mais, olhando com compaixão e perdoando os que odeiam e aos que são indiferentes, vivendo eticamente conforme a Lei Divina.

Paulo Salerno
Em 6.5.2022.

 
     
 
 
 
. Últimas Notícias

 
 
 
Documento sem título