. : Notícias
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

Aconteceu - Encontro Fraterno 2007


O dia apresentava-se claro, temperatura amena de inverno baiano, o sol brilhava sobre um mar azul-turquesa enfeitado de ondas brancas, quais colares de espuma, e os coqueiros, em dança harmoniosa, balançavam suavemente ao vento, sob o céu profundamente azul.

Eram 12h do dia 04 de agosto de 2007 e a equipe de apoio da Mansão do Caminho recepcionava os numerosos hóspedes que chegavam em veículos particulares e  sete ônibus de turismo, em clima de real alegria, confraternização e entusiasmo.

Começava o Encontro Fraterno com Divaldo Franco, no Hotel Vila Galés Marés, Praia de Guarajuba – BA.

O evento reuniu, por dois dias, cerca de 440 pessoas entre participantes inscritos, equipe de apoio e hóspedes do hotel, que desejaram participar deste colóquio de aprendizagem fraterna, em ambiente confortável e espaçoso, num dos hoteis mais novos das adjacências de Salvador, categoria cinco estrelas, à beira-mar, espaço belo e aprazível.

Na oportunidade, contamos com a participação de confrades de várias localidades que deslocaram-se de suas cidades para a nossa confraternização: Riachão de Jacuípe-BA (10); Cruz das Almas-BA (02); Teofilândia-BA (03); Feira de Santana-BA (02); Irecê-BA (02); Aracaju-SE (33); Recife-PE (30); Fortaleza-CE (02); São Paulo-SP (10); Rio de Janeiro-RJ (02); Cascavel-PR (02); Brasília-DF (08); Campina Grande-PB (02); Espanha (02); Suíça (02).

Divaldo Franco, sempre simpático, jovial e cortês, discorreu sobre o tema “Os Níveis de Consciência”, esclarecendo-nos com a sua palavra segura, respaldada pelo exemplo nobre de dignidade e consciência desperta, que sonha, vibra e aponta-nos rumos seguros e libertadores, pelos caminhos de Jesus.

O Encontro Fraterno com Divaldo Franco surgiu no ano de 1997, em Salvador-BA, como uma nova proposta de atividade, reunindo um grupo expressivo, interessado e previamente inscrito de 350 pessoas, hospedadas em um mesmo local, Grande Hotel de Itaparica, para participarem de atividades diversificadas, confraternizando-se, refletindo e aprendendo acerca dos postulados espíritas e ações motivadoras à conscientização de nossas necessidades evolutivas e autotransformadoras.

Essa primeira experiência foi deveras atraente e positiva, desdobrando-se no 2º Encontro Fraterno, dois anos após, em 1999, no Hotel Fronteira Resort, Praia de Itacimirim – BA, para 365 pessoas inscritas.

No intervalo de 1999 a 2007, Divaldo expandiu este modelo de atividade para diversas cidades de países diferentes, inclusive o Brasil.

No ano em curso, completando dez anos de implantação, o Encontro Fraterno foi realizado com bons auspícios e coroado de êxito para todos que nos deleitamos com as belas palavras de Divaldo, seu humor positivo e oportuno, sua sabedoria e convite ao nosso despertamento, espíritos viajantes que somos, jornadeando pela vida através das diversas experiências de reequilíbrio, a fim de vislumbrarmos e perseguirmos ideais nobres e ações renovadoras para as nossas aquisições evolutivas.

Próximo ao encerramento das atividades, tivemos o depoimento gentil do confrade João Rabelo (DF) que nos brindou com o canto do Hino à Fraternidade, recordando a simplicidade e elevação espiritual do amoroso Francisco de Assis, saudando a Irmã Natureza, emocionando-nos a todos que assistimos a ele, pela psicosfera de paz e harmonia, reinante. Após, Divaldo leu a mensagem de Joanna de Ângelis, intitulada Súplica à Mãe Santíssima, psicografada na cidade de Esmirna – Turquia, quando de sua visita à casa de Maria, mãe de Jesus.

Foi em clima de enlevo espiritual que encerramos o Encontro Fraterno com o Hino da Alegria Cristã cantado por todos os presentes, de mãos dadas, em compromisso de união, serena alegria e renovado entusiasmo. Já saudosos, anelamos pela próxima oportunidade que acontecerá no período de 5 a 7 de setembro do ano vindouro, para o que teremos muita satisfação em atender aos interessados através dos e-mails: encontrofraterno@gmail.com

Os momentos felizes desse Encontro, ricos de espiritualidade, fraternidade e construção da paz, permanecerão na lembrança de todos nós como autêntica vivência fraterna. Cumpre-nos agradecer a Deus e aos abnegados coordenadores espirituais da tarefa, a todos os participantes que conosco estiveram, e ao querido Divaldo, pela sua presença entre nós e vida dedicada ao labor cristão-espírita, através da divulgação doutrinária e, sobretudo, vivência evangélica, constituindo-se num exemplo diário de nobreza e retidão moral – Cidadão do Infinito.          

Fonte: Presença Espírita, ed. Leal  – set/out/2007.

Em 10.05.2010.

 
     
 
 
 
. Últimas Notícias

 
 
 
Documento sem título