. : Notícias
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

Noite de autógrafos com Divaldo Pereira Franco lota Livrarias Curitiba



Divaldo Franco | Foto: Paulo David Choinski

Foi no dia 31 de agosto. Final de tarde, quase noite. O local: Livrarias Curitiba – Mega Store no Shopping Estação, em Curitiba.

Meia hora antes do horário programado para o início, as pessoas começaram a chegar. Pessoas de todas as idades. Espíritas, simpatizantes e quem veio atraído pelo burburinho que se formou no interior da Livraria e se alongou pelo corredor, em fila.

Quem é? Quem está autografando? E se acercavam, para conferir.

Não é a primeira vez que Divaldo Pereira Franco lança, em livraria leiga, um livro de sua lavra mediúnica.

Em São Paulo, foram duas experiências excelentes. Uma na Livraria Siciliano onde, conforme declaração do Sr. Osvaldo Siciliano, foi recorde nacional, superando os maiores autores brasileiros, sendo vendidos 900 livros na noite de autógrafos.

A outra, foi na Saraiva, com recorde nacional daquela Rede livreira.

Há anos passados, Divaldo realizou tarde de autógrafos, em Curitiba, lançando seu primeiro livro psicografado Messe de Amor.

Desta feita foram quase 4 centenas de livros vendidos. A obra lançada foi “Jesus e Vida”, de autoria espiritual de Joanna de Ângelis. Em 191 páginas, Joanna oferece sugestões para se enfrentar os diversos desafios da atualidade.

São capítulos breves, “valiosas lições de advertência, amor, fé, esperança, ante tantas dores e sofrimento do mundo moderno, cujos habitantes, na sua grande maioria, são totalmente desequipados para o enfrentamento dos problemas e vicissitudes da vida, isso porque não conhecem a sublime mensagem do Plano Superior, as grandes lições insculpidas nas páginas da Doutrina Espírita, inspirada no Evangelho de Jesus.”

Segundo João Alécio Mem, Assessor de Marketing das Livrarias Curitiba, “em 2007, o evento de Divaldo bateu o recorde de vendas de livros. Nenhum outro, neste ano, alcançou resultados tão expressivos.”

Divaldo chegou, concedeu entrevista radiofônica à Rádio Band News FM e televisiva à Rede TV – canal 13 da NET e depois, sorridente, se pôs a conceder os autógrafos.

Ninguém reclamou por ter que aguardar na fila, durante longo tempo. Os companheiros do Rio Grande do Sul, liderados por Jorge Henrique Moehlecke se fizeram pre-sentes, auxiliando sempre. José Miguel Sardano, de Santo André (SP) e Luiz Saegusa vieram acompanhando Divaldo.

Todos que chegavam a Divaldo, eram recebidos entre sorrisos e agradecimentos. Os mais chegados, os amigos de anos, ficavam um pouco mais.

Falavam da oportunidade do acontecimento, diziam da alegria em revê-lo.

Houve quem levasse fotos para recordar outros momentos de igual felicidade, houve quem somente chegou para dar um “alô”. Houve quem veio buscar o livro e o autógrafo a pedido de terceiro, impossibilitado de chegar ao local.

Uma criança de seus 7 anos, após os pais colherem o autógrafo de Divaldo, o abraçarem, foram se retirando. Ela se deteve frente a ele e disse que precisava lhe dizer uma coisa muito importante:

Sabe, Divaldo, minha família gosta muito do senhor. E eu também.

E assim foram muitos os amigos, os espíritas e pessoas que o vieram conhecer, ter com ele o primeiro contato.

O sucesso do evento se deve ao engajamento dos espíritas que se envolveram com a divulgação. A Federação Espírita do Paraná desenvolveu ampla propaganda, na mídia escrita, falada e televisiva, com chamadas no Jornal O Estado do Paraná, Gazeta do Povo, Tribuna do Paraná, nas Rádios Caiobá, Ouro Verde e Difusora. As Casas Espíritas da Região Metropolitana auxiliaram, ao todo sendo distribuídos 6.000 convites individuais.

Congratulações e elogios à Divaldo, à Editora Leal e à Livrarias Curitiba, promotoras do evento, sem deixar de lembrar de todos os Espíritas que contribuíram para o êxito de tão brilhante oportunidade.

Fonte: Jornal Mundo Espírita - Outubro/2007

 
     
 
 
 
. Últimas Notícias

 
 
 
Documento sem título