. : Notícias
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

Palestra de Marcelo Netto no Centro Espírita Caminho da Redenção - 15.12.2015


O Centro Espírita Caminho da Redenção, dentro de sua programação normal, recebeu Marcelo Netto, líder e dirigente espírita na Flórida/EUA.

Após expressiva prece proferida por Divaldo Franco e formada a mesa diretiva com Demétrio Lisboa, Presidente da Instituição, Marcelo iniciou falando a respeito do Natal de Jesus, destacando Sua grandeza, sabedoria e amor aos homens.

Destacou a importância de se descobrir qual é o tipo e a qualidade da relação que cada um estabelece com Jesus, para que, de futuro, possa ser um com Ele.

Enaltecendo a profundidade e a ação benfazeja da caridade, narrou a história de uma mãe que, na sua pobreza, adotou várias crianças abandonadas, cuidando-as com desvelo, amor e carinho. Estando a prole com fome e nada tendo para lhes ofertar, saiu à procura de alimentos. Encontrou-os na forma de uma oferenda a entidades desencarnadas, depositada em uma encruzilhada. Reverente, recolheu o frango e a farofa, levou-os para a casa, retirou algumas formigas e preparou uma bela refeição às esfaimadas crianças.

Muitos anos se passaram. Tornou-se espírita. Em uma reunião no centro espírita em que exercia a sua mediunidade, teve a oportunidade de receber o reconhecimento e a gratidão daquelas entidades a quem fora dirigida a oferenda. Elas entenderam o verdadeiro sentido da caridade e da utilidade daquela oferenda. Assim, o expositor ressaltou as influenciações espirituais que impactam mutuamente a encarnados e desencarnados.

Destacando a força da fé, da caridade e do amor ao próximo, Marcelo narrou a história de César Soares dos Reis e um presidiário do Complexo Penitenciário de Bangu, no Rio de Janeiro, ocorrida em dezembro de 1973. César, junto a outros espíritas, visitava e levava o Evangelho de Jesus aos encarcerados.

Nessa ocasião, César falou sobre as Bodas de Caná. Finalizando o tema, enfatizou que todos os que desejam aceitar a proposta de Jesus, necessitam transformar a sua intimidade. De água para vinho, como fez Jesus, conforme a narrativa evangélica.

No recinto, um prisioneiro, que sempre se sentava no fundo do salão, esperou a saída dos demais e dirigiu-se ao expositor, agarrou-lhe os braços, sob a vigilância dos guardas, e indagou, olhando profundamente nos olhos de César Reis: Você acredita em tudo isso que disse? A resposta foi sim, acompanhada de uma orientação: Transforme a sua vida da água para o vinho! O prisioneiro era Ribamar de Jesus.

Passados trinta anos, César dos Reis foi proferir palestra em um modestíssimo centro espírita, localizado em área de alta pobreza. Encontrou Ribamar, que lhe falou sobre a sua vida na prisão e fora dela, da fome e da miséria que enfrentou, recordando as palavras que ouvira de César, orientando-o a mudar o sentido da sua vida.

Ribamar de Jesus, agora espírita, era o Presidente daquele centro espírita. Havia realizado a sua transformação.

Concluída a oratória, Marcelo foi aplaudido, de forma vibrante, pelo público.

    Paulo Salerno.
Em 16.12.2015.

 
     
 
 
 
. Últimas Notícias

 
 
 
Documento sem título