. : Notícias
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

Qual crise?


A semana de comemorações dos 30 anos do Rock in Rio terminou festiva e gloriosa, com multidões que abarrotaram a cidade especialmente construída para esse evento alucinante.

Os bilhetes de entrada esgotaram-se com antecipação, e acompanhamos o espetáculo durante os dias e noites quentes e de chuvas torrenciais com entusiasmo crescente e apoio da mídia fascinada. Se diminuem as excursões ao Exterior, em razão do alto preço do dólar, as nacionais prosseguem festivamente.

Estivemos em Gramado (RS), no último fim de semana, participando do 8º Congresso Espírita do Rio Grande do Sul, que reuniu mais de cinco pessoas de todo o país, do Uruguai e da Argentina, e a cidade encontrava-se abarrotada de turistas, embora a chuva e o frio de 10°C. Em quase toda parte há festas, especialmente, nesta semana, no referido Rio Grande do Sul, com a celebração do anual Oktoberfest, em algumas cidades de influência alemã, e já se torna difícil encontrar vagas nos hotéis.

Simultaneamente, o sofrimento campeia. Os campos de refugiados diminuem no Oriente e na África, apavorando a Europa que os vem recebendo em grande quantidade, ameaçando-a de graves problemas atuais e para o futuro, enquanto os fanáticos do Estado Islâmico prosseguem avançando e assassinando covardemente as vítimas indefesas, aumentando o horror que se espalha pelo mundo. Os fugitivos da Síria, do Iraque, em multidões, buscam ajuda e morrem milhares no Mar Mediterrâneo, enquanto os escândalos de todo porte chocam a sociedade terrestre, nos mais diversos segmentos econômicos...

Países estão ameaçados de falência na União Europeia e se fala em crise aterradora. Basta, porém, que os cidadãos nos resolvamos pela vida digna, conforme os padrões do Evangelho, e a crise moral, esta sim, que existe, cederá lugar à fraternidade e ao amor, à justiça e ao trabalho.

Divaldo Pereira Franco.
      Artigo publicado no jornal A Tarde,
coluna Opinião, em  8.10.2015.
Em 9.10.2015

 
     
 
 
 
. Últimas Notícias

 
 
 
Documento sem título