. : Notícias
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

O pioneirismo de Divaldo em difundir o Espiritismo através de Seminários e Workshops


Destacamos a atuação pioneira de Divaldo em certas atividades, na divulgação do Espiritismo. Neste sentido, ele realizou, pela primeira vez, no Movimento Espírita, uma abordagem doutrinária em forma de Seminário e Workshop. A forma de divulgar o Espiritismo, através de palestras, era a única praticada, iniciada pelo próprio Allan Kardec (1804-1869), seguida por muitos outros trabalhadores espíritas, e Divaldo mesmo assim o faz até hoje, em todo o lugar. Mas, passados 120 anos da Codificação Espírita (1857-1978), em certas e especiais ocasiões Divaldo começou a adotar um método mais moderno de abordagem doutrinária, que são as reuniões de um, dois ou até três dias, estudando um mesmo assunto, com vários desdobramentos, possibilitando aprofundar e desenvolver determinado tema.

Pedagogicamente, este método não é nenhuma novidade pois é muito praticado no meio acadêmico e em Universidades. A novidade é que ele não era adotado no Espiritismo e Divaldo o implantou.

Em Franca/SP, no mês de março de 1978, seguido por um outro em Uberaba/MG, em abril do mesmo ano, Divaldo iniciou esse método na exposição de temas doutrinários e o sucesso foi inegável pois, em pouco tempo, essa metodologia passou a ser utilizada por muitos oradores e oradoras espíritas, no Brasil e no Mundo.

Desde essa época, Divaldo tem desenvolvido temas diversos como: Seminário Ciência do Espírito, Workshop de Meditação, Workshop sobre Mediunidade, Seminário Provas da Existência de Deus, Seminário Loucura e Obsessão, ou adotando como tema dos eventos os próprios livros por ele lançados, como livros-ensaios que são verdadeiros tratados de Psicologia Espírita, do seu Guia Espiritual Joanna de Ângelis.

Centenas ou milhares de pessoas participam desses eventos promovidos por Divaldo, em todo o País e no Exterior.

Apesar das palestras ainda serem a principal forma de abordagem doutrinária de Divaldo na exposição espírita, uma porcentagem delas (uns 10%) estão voltadas a esses Seminários, Mini-Seminários e Workshops.

Seminários para médicos, psicólogos e advogados

Merece destaque importante o fato de que Divaldo tem sido convidado para fazer Palestras e Seminários para médicos, psicólogos e advogados, para abordar temas da respectiva área à luz do Espiritismo. Isto aconteceu várias vezes, em várias cidades de diferentes Estados do Brasil, e até livros têm sido publicados com o resultado desses eventos, onde se introduz o aspecto espiritual nas grandes questões discutidas, com valiosos resultados para acadêmicos.

Na área jurídica, em São Paulo, Divaldo recebeu convites do Dr. Álvaro Villaça Azevedo, quando era Diretor da Faculdade de Direito da USP, para falar aos estudantes dessa tradicional Faculdade; também o Dr. Bismael de Moraes, quando era Presidente da Associação dos Delegados de Polícia de São Paulo, convidou Divaldo para falar para os Policiais de São Paulo, mas infelizmente essas palestras não puderam ser realizadas por impossibilidades de conciliar o agendamento de datas.

Divaldo foi convidado a falar no Congresso da ABRAME (Associação Brasileira dos Magistrados Espíritas) e da AMESP-SP (Associação de Médicos Espíritas de São Paulo). Mas o que é importante registrar é que Divaldo tem ajudado a fazer o Espiritismo gradativamente penetrar nas Academias, despertando a atenção dos cientistas, cumprindo o que foi profetizado por Allan Kardec (1804-1869), de que o Espiritismo ocuparia um dia seu espaço entre as Ciências...

Washington Luiz Nogueira Fernandes

Fonte: Jornal Mundo Espírita - Dezembro/2006

 
     
 
 
 
. Últimas Notícias

 
 
 
Documento sem título