. : Notícias
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

Encontro de Filosofia Espírita dos Emirados Árabes


A Equipe acompanhante
 

Divaldo Franco foi convidado pela segunda vez, para participar de mais um Encontro Espírita nos Emirados Árabes.

No dia 9 de fevereiro [2012] Divaldo Franco partiu de Salvador, via São Paulo, rumo aos Emirados Árabes Unidos, situados no sudeste da península Arábica, no Golfo Pérsico, que fica no Sudoeste Asiático.

Divaldo Franco foi recebido no Aeroporto Internacional de Dubai pelos confrades Nalva Oliver, Jaciara e esposo que o acompanharam até o hotel onde o aguardavam Patrícia Farias e seu esposo, Rinaldo Oliveira.

Na madrugada do dia seguinte, procedentes de Zurique, chegaram Gorete Newton, Mônica Ongert e Sandra Fasler que o acompanharam nos seis dias de atividades programadas com os grupos que foram formados em Dubai e Abu Dhabi.

No fim da tarde do dia 10 de fevereiro, Divaldo confraternizou com os dirigentes e familiares do Grupo Espírita Cristão Despertar (GECD), que foi oficializado por ocasião de sua primeira visita a Dubai, em fevereiro de 2010, e do Grupo de Estudos Espíritas de Abu Dhabi (GEEAD), fundado em 4 de maio de 2011, também fruto da semente plantada por ocasião de sua primeira viagem, quando ocorreu o primeiro Encontro de Filosofia Espírita do Oriente Médio.

No dia 11 de fevereiro, às 16 horas, Divaldo proferiu palestra no II Encontro de Filosofia Espírita do Oriente Médio, realizado no Centro de Conferência (Conference Center Knowledge Village em Dubai), discorrendo sobre o tema Família, amor ou obrigação?,  temática escolhida para ser desenvolvida naquela região durante o ano de 2012. O evento contou com a participação de 127 pessoas. Essa atividade, que seria realizada na residência de Nalva Oliver, foi transferida para o novo Conference Center, devido ao grande número de inscrições. O Conference Center é um complexo destinado ao desenvolvimento intelectual do indivíduo.

Durante a conferência, que durou quase 2 horas, Divaldo Franco transitou entre os pensamentos dos filósofos Marco Túlio Cícero, Lord Francis Bacon, Anaxágoras, Sócrates e Platão, intercalando com a história de Zaqueu, elucidando que o importante é procurar Ser e não Ter, culminando no que Platão definia como a célula básica da sociedade: a família.

De imediato, fez uma ponte sobre a excelência do Espiritismo, que é o mais belo tratado psicoterapêutico da Humanidade, a todos comovendo.

Divaldo esclareceu que desde a codificação da Doutrina Espírita, realizada por Allan Kardec, os Espíritos e o mestre lionês trataram com muita propriedade sobre a importância do núcleo familiar. Na pergunta 775 de O Livro dos Espíritos,  os Benfeitores da Humanidade asseveram que um relaxamento dos laços de família geraria um agravamento do egoísmo e teria fatalmente como resultado o retorno da sociedade ao barbarismo.

Houve um pequeno intervalo e logo foram apresentadas dezesseis perguntas, de imediato respondidas, sob aplauso.

A família deve ser, portanto, um altar de segurança, equilíbrio e diálogo.

No domingo, dia 12 de fevereiro, às 20 horas, Divaldo foi convidado a participar da reunião pública semanal realizada na residência de Patrícia Farias, onde compareceram mais de trinta pessoas, havendo proferido uma palestra e atendido a perguntas. Na manhã do dia seguinte, às 09h30, na residência de Isabel, reuniu-se com os participantes do grupo de estudos de O Livro dos Médiuns com a finalidade de esclarecer dúvidas relativas à mediunidade e às reuniões mediúnicas. Respondeu a diversas perguntas e orientou a todos, auxiliando-os a traçar as diretrizes para o início das atividades pertinentes.

No dia 14, deu-se a continuidade às atividades na segunda maior cidade dos Emirados Árabes, a capital Abu Dhabi. A cidade é o centro de atividades políticas, industriais e culturais. À tarde, acompanhado por César Augusto (Cesinha), Divaldo junto com sua comitiva, formada por Gorete, Sandra e Mônica, visitou a Masdar City, cidade futurista que está sendo construída perto de Abu Dhabi, onde toda a infraestrutura, assim como toda a energia será gerada por meios alternativos não poluentes.

Logo após, o grupo dirigiu-se à Mesquita Sheikh Zayed, em Abu Dhabi, que é a maior mesquita dos Emirados, com capacidade para abrigar quarenta mil pessoas. A Mesquita impressiona pela grandiosidade e pela riqueza da decoração. Possui o maior tapete do mundo, feito à mão, o maior candelabro, com dez metros de diâmetro, quinze metros de altura, pesando nove toneladas. Toda a Mesquita foi construída em mármore, totalmente decorada por mosaicos em forma de flores onde foram utilizados um total de vinte e oito tipos diferentes de mármores coloridos provenientes da Itália, Índia e China.

A Mesquita foi um presente do falecido presidente dos Emirados Árabes Unidos (EAU), Sheikh Zayed bin Sultan Al Nahyan ao seu povo, por isso, a Mesquita traz o seu nome. O Sheikh Zayed foi enterrado [2004] no terreno ao lado da Mesquita.

Às 20h30, na residência de César e Michelle, Divaldo proferiu uma palestra para trinta e oito pessoas sobre o tema Ilusão ou Realidade? Asseverando que todos somos herdeiros de tradições do passado, convidou-nos a refletir em suas colocações sobre o narcisismo, discorrendo sobre a vida e os ensinamentos deixados por Siddahrta Gautama (Buda), afirmando que a criatura humana não é a aparência. Ressaltou a necessidade da viagem interior, do autodescobrimento, no sentido de cada um encontrar a verdadeira felicidade. Discorreu sobre as quatro nobres verdades de Buda e o conjunto de oito diretrizes para a libertação do sofrimento, concluindo que o fundamental é a paz interior, alcançada através de pensamentos corretos, palavras e conduta honesta.

De imediato demonstrou a grandeza do Espiritismo, que enseja a lógica do existir e, fundamentando-se no Evangelho de Jesus, liberta o ser humano guiando-o no rumo da sua imortalidade.

Encerrando as atividades nos Emirados Árabes, no dia 15, às 20h30, Divaldo proferiu uma palestra na residência de Nalva Oliver, para cinquenta e sete pessoas, abordando o tema A Casa Espírita, inspirado no maravilhoso power-point elaborado por Suely Caldas Schubert, a quem se referiu com estima e deferência.

No dia 16, Divaldo retornou ao Brasil rumo a novas atividades.

A semana iluminada por sua presença esclareceu, orientou e fortaleceu os núcleos espíritas existentes nos Emirados, deixando saudosos os corações e encorajadas as almas de nossos irmãos que têm a tarefa de divulgar a Doutrina Espírita, assim como a de plantar o Evangelho de Jesus nas areias quentes dos Emirados Árabes.

Trouxe na mente e no coração novo convite para retornar quando lhe for oportuno.

Fonte: Presença Espírita – março/abril 2012.
Em 17.05.2012.

 
     
 
 
 
. Últimas Notícias

 
 
 
Documento sem título