. : Mensagens
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

Desencanto


Por que te dizes frustrado ante os fatos que transcorrem de maneira inesperada, totalmente fora da tua programação e aturdindo-te?

Tens o roteiro seguro, que é a mensagem irretocável do Evangelho de Jesus, para seguir sem a menor margem de equivocação, ao tempo que os benfeitores espirituais te inspiram e socorrem?!

Quaisquer previsões dos técnicos em população e futurologia, cujas informações não têm sido confirmadas por motivos diversos, produzem-te choque emocional.

A sociedade da tecnologia e da computação tem comportamentos inesperados de acordo com as máquinas que rapidamente deixam de ser controladas e passam a conduzir as mentes para fins adrede estabelecidos.

A fascinante inteligência artificial parece pretender substituir os seres humanos em muitos misteres transcendentes quanto simples, condenando-os ao ócio dourado, à inutilidade, a novos vícios para a sobrevivência.

O excesso de prazeres produz o tédio, e as façanhas antes aterradoras passam a constituir-lhe motivo e estímulo para viver.

As máquinas destituídas de sentimentos fomentam o progresso intelectual e permanecem insensíveis aos efeitos emocionais e morais.

Os longos séculos de castração cultural foram substituídos pela liberação total e o ser humano passou a ser consumidor em processo de consumpção pessoal.

Afirmou com segurança Carl G. Juntg que o ser humano é um animal eminentemente religioso, emocional, que necessita do outro para sentir-se completo.

Esse sentimento religioso não é em torno de uma crença metafísica, um teísmo qualquer ou ausência dele. Trata-se de uma religiosidade em torno dos seus ideais de transformação, de crescimento, de conquista do ser transcendente.

Ele raciocina que a vida, na sua magnitude, não pode finar-se com a morte, com a desintegração celular. Tudo à sua volta fala-lhe de complexidade, de infinitude, porque a ele e ao seu pensamento a fatalidade seria o aniquilamento.

A razão proclama-lhe a perenidade de pensar mediante a presença ou não das funções cerebrais.

Passada a atual crise pandêmica os valores indubitavelmente serão outros e a sobrevivência das massas se dará em gloriosos campos de fraternidade e auxílio recíproco.

Neste período de fragmentação social e de cada qual por si mesmo, na alucinada busca do prazer a qualquer custo, a alegria e a revolta andam juntas, de acordo com os ventos que as conduzem. Passa-se do prazer à violência por qualquer motivo e até mesmo quando esse não existe, por interpretação precipitada de algum gesto ou expressão.

O respeito pelo direito do outro, o dever de ser aquele quem proporciona a bênção, a satisfação de ser útil, cederam lugar ao aproveitar da oportunidade para desfrutar, possuir, mesmo que desonestamente e até por meios escusos e danosos.

Desse modo, é muito fácil passar do entusiasmo de um empreendimento ou de um plano ao desencanto, porque se espera mais do outro, do parceiro do que da própria capacidade de oferecer.

*

Não te decepciones com os fatos e pessoas dos quais esperavas muito, na expectativa de diferentes ações e reações.

Afligidos por distúrbios íntimos, neste momento de vanglórias, astúcia e deslealdade, também o amor floresce em incontáveis existências que constituem os biótipos do porvir.

Eles já estão chegando, os mensageiros do Evangelho, sem alarde e com abnegação, chamando a atenção pela grandeza dos seus sentimentos, os ideais de grande envergadura que contrastam com as ocorrências nefárias dos enfermos espirituais.

Empunham a arma do bem em vez da arma de agressão, possuem espírito de persuasão e são nobres sob quaisquer aspectos considerados.

Desde a infância demonstram serem diferentes na estrutura moral e psíquica, optando por valores que os aturdidos agridem, mas que são as bases da harmonia interior e da existência feliz.

Outros parecem vencidos ou fora desta realidade de desperdício e de ultrajes, no entanto, estão despertos para realidades mais significativas com as quais se identificam e lutam pela sua implantação.

Assim, continua aspirando o melhor, e se por acaso a resposta da vida é negativa, tem paciência, porque ainda não é este o momento do êxito, ainda faltam ser expungidos muitos venenos que permanecem nas mentes e sentimentos de ódio, derivados do orgulho ferido, que a dor não alcançou, mas que não será evitado.

O tempo é um grande amigo da verdade. Tudo quanto não se consegue em um momento, quando menos se espera, acontece,

Crê sinceramente na vitória do amor, esse hálito de vida que tudo sustenta, e dá-lhe ocasião para que conquiste a área perversa que o aguarda.

Assim, busca a tua alma no labirinto do teu corpo e sonha que virão os dias que anelas e as pessoas que concebes nos seus dignificantes programas traçados pelo Alto.

Neste momento, evita a contaminação do mal, dos céticos e cínicos que desdenham da vida e temem a morte, de que não escaparão, satisfazendo-te com as conquistas que te pertencem.

Como pensas e ages em favor da assepsia do corpo, não postergues a da natureza psicológica, cuidando além do visível e preparando-te para alcançar as estrelas além da tua visão.

Desde que te enganaste em relação ao que está acontecendo, muitos existem que te estão utilizando como paradigma e não tens o direito de decepcioná-los também.

Na tua condição de modelo, deves permanecer irretocável quando outros já não o consigam. Os que te amam e confiam esperam alcançar-te, enquanto laboras por unir-te a Jesus.

Mudanças físicas, emocionais, sociais e sobretudo morais estão acontecendo e a ti cabe a tarefa de adaptar-te como os teus ancestrais em os novos tempos da industrialização.

O ser humano tem realizado incomparáveis conquistas, caminhando agora para a iluminação interior.

*

Olha em tua volta com lentes que apresentem as paisagens abençoadas que estão sendo organizadas para o futuro.

Pensa em Jesus e Seu amor, recordando o que Ele afirmou: Antes que vós fôsseis eu já era, equivalendo assinalar que tudo isso Ele sabia que iria acontecer. No entanto, não desanimou, não se frustrou e continua ajudando-nos até hoje.

Joanna de Ângelis

Psicografia de Divaldo Pereira Franco, na
 sessão da noite de 8.3.2021, no Centro Espírita
 Caminho da Redenção, em Salvador, Bahia.

Em 30.6.2021.

 
     
 
 
 
. Últimas Mensagens

 
 
 
Documento sem título