. : Mensagens
busca por notícias/mensagens
 
 
 
 

Reflexões de um Século de Vida


Meus amigos, meus irmãos:

Exoro as bênçãos divinas para todos nós!

Um século de vida e de luz convida-nos a acuradas reflexões.

Na ampulheta dos dias a voragem do progresso alterou completamente a face do planeta.

A Física Linear transformou-se em Quântica, a Biologia atingiu a grandeza molecular, a Genética abriu espaços para uma engenharia especial na sua estrutura, enquanto a Psicologia unicista facultou o surgimento da transpessoal, conseguindo encontrar o Espírito, ampliando os horizontes da vida...

O planeta superpovoou-se e a poluição lentamente asfixia-lhe as reservas de oxigênio para a sobrevivência. Rios e mares sofrem destruição sistemática sob terríveis tóxicos químicos, enquanto a dest4ruição das florestas extingue inúmeras espécimes vegetais e animais, ao tempo em que a ganância imobiliária prossegue enfraquecendo as reservas de vida, face à terrível devastação dos sentimentos que violam os direitos humanos e reduzem o seu próximo à condição de hilota.

Reflexões graves convidam-nos a todos a uma tomada de posição, ante a violência enlouquecida que esfacela esperanças e destrói a alegria, produzindo terríveis dilacerações nas almas...

Concomitantemente, a Ciência médica proporcionou a anestesia de benéficos resultados e a assepsia que facultou o êxito cirúrgico, enquanto enfermidades devastadoras puderam ser controladas e quase extintas, outras cruéis doenças vieram substituí-las, quais aquelas de Alzheimer, Parkinson, AIDS, os transtornos de comportamento e os de natureza mental, ameaçando a cultura e a civilização.

A fauce hiante da guerra, devorando milhões de seres que lhe tombam inermes, denuncia a gravidade deste momento de transição...

E o ser que penetra no macro e no microcosmo desvendando-lhe os mistérios, interroga-se aflito, qual fizera o homem primitivo sedento de dominação e caça de priscas eras, sem saber as respostas adequadas para melhor entender os dias que vive, ricos de ciência e de tecnologia e pobres de amor.

No amor encontram-se todas as respostas para as equações existenciais deste momento inesperado e aterrador.

O amor constitui o hálito divino através do qual tudo adquire sentido e significado, proporcionando o encontro do ser consigo mesmo, com o seu próximo e com Deus.

Enquanto o ser humano permanecer indiferente ao amor, as suas serão conquistas horizontais, que permanecerão proporcionando conforto e bem-estar a alguns em detrimento de centenas de milhões que estorcegam no sofrimento e na alucinação. Todavia, quando as blandícias do amor convocam o ser à solidariedade e ao perdão, à ternura e ao companheirismo, à tolerância e à caridade, a Terra deixará de ser mundo de provas e de expiações para tornar-se de regeneração.

Para esse cometimento impostergável, todos nós, encarnados e desencarnados, estamos convocados a fim de oferecermos os melhores esforços de forma que o amanhã seja menos aflitivo do que o ontem, sem as angústias do hoje...

Nesse sentido, a Federação Espírita do Paraná, empenhada na construção da Nova Era, tem se entregado com entusiasmo e ardor nestes quase cem anos de profícua atividade, mantendo pulcra a Doutrina Espírita codificada por Allan Kardec, de modo que os seus postulados insuperáveis constituam roteiro e veículo, carta-guia e destino para as criaturas humanas.

Investir no amor e na iluminação de consciências, mediante a invulgar contribuição do Espiritismo, é compromisso que firmamos na Espiritualidade e deveremos levar adiante, mesmo que a contributo de renúncias e sacrifícios, de abnegação e de doação total, assim apressando a chegada do período de paz e de plenitude.

Aqueles que mourejamos nas fileiras da veneranda Casa que se acerca do seu centenário, rogamos ao Senhor da Vida que nos faculte retornar à liça, de modo que a flama da libertação de consciências e de vidas continue convocando obreiros para a construção da verdadeira sociedade, aquela que se encontra desenhada para o futuro da Humanidade.

Adentrando-nos logo mais, no segundo centenário, temos a certeza de que os tempos chegados logo passarão, facultando que a felicidade deixe de ser uma utopia para transformar-se em realidade plena.

Rogando ao Pai que prossiga conosco nos novos empreendimentos-luz, abraçam-vos aqueles que estiveram antes de nós na labuta federativa, através do amigo devotado e profundamente conhecido.

Arthur Lins de Vasconcellos
   Psicografia de Divaldo Pereira Franco, em 13.4.2002, durante palestra de
 Raul Teixeira, na 5ª Conferência Estadual Espírita, no Ginásio de Esportes
 do Círculo Militar do Paraná, em Curitiba/PR.
Em 5.1.2021.

 
     
 
 
 
. Últimas Mensagens

 
 
 
Documento sem título