.: Cartões Virtuais  
 
 
   
 

Legado Kardequiano


1. Alvitres | Pergunta 570 de O livro dos espíritos

Aproveite a pausa de paz para exercitar a oração. Sirva-se do momento que passa e atenda aos deveres que lhe competem. Guarde silêncio quando não conseguir discernir e ofereça a boa palavra sempre. Ponha-se a edificar, quanto antes, para maior rendimento do seu espírito. Faça da ternura uma amiga e distenda seus braços, conscientemente, na conjugação do verbo ajudar. Não diga amanhã. Hoje brilha a sua oportunidade. Depois, terá perdido a grande ocasião de edificar com Jesus.

Envie este cartão

2. Experimente | Pergunta 572 de O livro dos espíritos

O Evangelho é um hino de louvor à vida e um convite ameno à paz e à alegria. E a Doutrina Espírita, que no-lo atualiza, é mensagem de alento e coragem, felicitando mente e coração com a luz clara do discernimento que gera a ordem, o trabalho e a felicidade. Integre-se, pois, na plenitude de todo dia, certo de que um deles será o seu último na roupagem carnal... Viva-o bem, considerando-se ditoso por ter solicitado a sua missão na Terra, embora humilde, e logrado obtê-la.

Envie este cartão

3. Atenda ao serviço | Pergunta 578 de O livro dos espíritos

A dificuldade é clima de todo lugar onde o trabalho se desenvolve. Não se detenha quando a maldade dos outros seguir ao seu lado. Lembre-se do Mestre Incorruptível. Aproveite o ensejo e deixe brilhar a luz das suas intenções em tarefas de bem servir. Sirva, passe e, confiando, una-se à caravana dos servidores anônimos que o Céu tem na Terra e a Terra colocou no Céu; alargue os horizontes da alma e renove o mundo com a renovação da sua própria vida.

Envie este cartão

4. Escute ajudando | Pergunta 617 de O livro dos espíritos

Aprenda a ouvir aqueles que lhe buscam o auxílio: escutar para socorrer é uma arte valiosa. Muitos corações angustiados se recompõem, quando explicam as suas dores a alguém compadecido. Se alguém o busca, honrando a sua pequenez com o tesouro da confiança plena, detenha-se a escutar para atender. Um silêncio feito de entendimento significa participação cristã na agonia alheia. Seja o coração que escuta ajudando.

Envie este cartão

5. Divina Herança | Pergunta 621 de O livro dos espíritos.

O cristão é como o rochedo que nem os ventos alísios, nem os tornados abalam; demora-se invulnerável à lisonja ou à calúnia. O cristão se doma para tornar-se vencedor... de si mesmo. Para quem se venceu, nada ou pessoa alguma lhe transforma a vitória em derrota. Vencendo-se, libertou-se das flechas da indolência e das farpas da enfermidade, lavando-se de toda nódoa.

Envie este cartão

6. Fulgurações | Pergunta 621 de O livro dos espíritos

Busque a cruz do Cristo e siga resoluto. Elevação é conquista adquirida nos degraus do sofrimento. Arrebente as algemas reluzentes da ilusão. Desembarace os pés do cipoal enganoso, onde brilham mentirosas pepitas de ouro misturadas a lama, a fim de poder continuar sem elos retentores na retaguarda. Rememore o Calvário onde esteve o Cristo na cruz e, se você tiver "olhos de ver", descortinará uma fulguração diferente, batendo as sombras do mundo e cobrindo a Humanidade inteira, hoje ligada ao programa de renovação espiritual.

Envie este cartão

7. Para que? | Pergunta 622 de O livro dos espíritos

Você é: instrumento nas mãos do Divino Mestre, para que as excelsas melodias da Boa Nova repitam irrepreensivelmente a harmoniosa mensagem da vida ao mundo atormentado. E você é somente aprendiz do Excelso Mestre. Honre o título de discípulo e não desfaleça. Proceda à execução segura, definida e clara das suas obras, para que em nome dEle, o Reino Divino se manifeste mais rapidamente onde você estiver, qual fosse “um Espírito superior que se reencarnou com o fim de fazer progredir a Humanidade”, revelando, pela palavra e pelo exemplo, a lei de Deus.

Envie este cartão

8. Amizade | Pergunta 623 de O livro dos espíritos

Ajude o companheiro que segue pelo seu caminho. Aproxime-se e ofereça-lhe amizade. Coloque ao alcance dos outros a fonte generosa da sua amizade, oferecendo as águas cantantes da simpatia fraterna. O verdadeiro amor surge na urna da amizade honesta como jóia preciosa da verdadeira afeição. Amizade é luz no caminho – clareie sua estrada.

Envie este cartão

9. Oportunidade | Pergunta 628 de O livro dos espíritos

Para que o mundo apresente no futuro os sinais característicos da Era Nova do Espírito, em que a verdade se possa expressar livremente, é indispensável que você se integre no real programa das realizações enobrecedoras desde agora. Desperte para o labor santificante. Acorde para edificar. Esclareça-se, e dilatará a claridade dos tempos novos. Habitue-se às oportunidades de contribuir vigorosamente para a Era Nova da Verdade, em cujo caminho seguem, desde hoje, os seus pés, sem “ficar deslumbrado” e, conseqüentemente, inútil, no concerto geral.

Envie este cartão

10. Felicidade | Pergunta 629 de O livro dos espíritos

A felicidade independe das circunstâncias e valores externos; é semelhante à moral. Para o cristão, todavia, a felicidade se confunde com a moral, isto é, a “observância da lei de Deus”, como resultado do dever bem cumprido. O cristão feliz, que também pode ser compreendido como o homem livre de laços negativos ou homem de moral, desconhece o conforto externo e ignora o poder. Contudo, lutador infatigável pela reforma íntima, guarda um coração dorido e sustém um corpo cansado, sabendo que, pelo muito dar e fazer, em relação aos outros, os reais valores são os que nascem na serenidade decorrente do culto do bem, “porque então cumpre a lei de Deus”.

Envie este cartão

11. Com esforço cristão | Pergunta 630 de O livro dos espíritos

Em favor da própria tranqüilidade, você pode e deve: - Disciplinar a vontade. - Educar o pensamento. - Dominar as paixões. - Triunfar sobre o "eu". - Ajudar o mundo a ser feliz. - Enriquecer-se de luz. Conduza seus esforços no sentido do bem, "de acordo com a lei de Deus", e liberte-se desses pequeninos algozes conhecidos como egoísmo, ambição e displicência; então você será, não apenas um homem, mas um cristão legítimo.

Envie este cartão

12. Cartas de identificação | Pergunta 631 de O livro dos espíritos

Procure renovar-se sempre no bem. Desculpe sempre, confie e avance. Quebre a corrente da mentira. Destrua a voz da calúnia. Asfixie o brado da injúria. Aniquile o vírus da suspeita. Esses humildes serviços constituirão, mais tarde, um salvo-conduto para você mesmo, identificando-o no Reino da Eterna Luz, porquanto a inteligência que Deus lhe deu oferece os meios de distinguir o mal do bem e praticar este.

Envie este cartão

13. Sempre em ação | Pergunta 632 de O livro dos espíritos

Cultive a ação cristã e vitalize o trabalho. Se a doença lhe bate à porta, atenda à enfermidade com dedicação. Se o adversário vem à casa dos seus sentimentos, acolha-o com humildade. Se o bandido lhe escolhe a companhia, escute-o e esclareça-o sem exigências. Se o antagonista lhe procura a região da concórdia, ofereça-lhe o panorama da amizade pura, sem alarde. Se a notícia do erro lhe chega aos ouvidos, esqueça-a e auxilie o errado. Com Jesus seguindo ao lado, você não pode ter outra atitude.

Envie este cartão

14. Mensagens | Pergunta 641 de O livro dos espíritos

Toda mensagem expressa pelo homem atua noutro homem e transforma-se noutra mensagem que segue adiante. Todo apelo recebe resposta. Pensamento projetado significa pensamento que voltará. Você é responsável, não apenas pelo mal que pratique, mas também pelo mal que inspire. Pense e aja, portanto, corretamente, porque todo o abuso à Lei será contabilizado como desperdício e desrespeito à própria Lei.

Envie este cartão

15. Não merecem | Pergunta 642 de O livro dos espíritos

O mal não merece consideração. A intriga não merece a atenção dos seus ouvidos. A ingratidão não merece o tesouro das suas lágrimas. A ofensa não merece o zelo da sua aflição. A mentira não merece a interrupção das suas nobres tarefas. A maledicência não merece o alto-falante da sua garganta. A inveja não merece o tempo de que você necessita para o trabalho nobre. O lídimo cristão é fiel servidor. Você tem somente um amo a quem prestará contas: Jesus!

Envie este cartão

16. Com o que você tem | Pergunta 643 de O livro dos espíritos

Todos os bens à disposição da sua vontade podem constituir valioso tesouro para muitos, se você os aplicar com segurança, embora os Beneficiários nem sequer tomem conhecimento da sua existência. Que lhe importa se você não tiver o nome imortalizado através dos tempos? É imprescindível, apenas, que você guarde a paz de consciência por ter feito o melhor com os melhores recursos de que disponha. Dê, assim, a sua contribuição à vida, pois que “não há quem não possa fazer o bem”. “Somente o egoísta nunca encontra ensejo de o praticar”, afirmaram com excelente lógica os lídimos Emissários de Jesus a Allan Kardec.

Envie este cartão

17. Quanto antes | Pergunta 644 de O livro dos espíritos

Cada momento é importante na economia da sua alma. Urge o seu aprimoramento espiritual. Enquanto há tempo, lute! Não há evolução sem revolução. Cristo é Vida atuante. Realização com o Cristo é vertical luminescente. Cresça com a luz e eleve-se.

Envie este cartão

18. Ao seu alcance | Pergunta 653 de O livro dos espíritos

Você tem um compromisso com a vida. A você compete fazer algo mais. Utilize a hora extra num serviço extra. Adicione bom humor e disposição jovial às tarefas do cotidiano. Dilate a simpatia em seu redor. Demore nos bons propósitos. Dispense o elogio nas suas atividades. Faça da oração a irmã de todas as horas. Você pode tornar melhores os dias da sua vida.

Envie este cartão

19. As tomadas | Pergunta 659 de O livro dos espíritos

Fiscalize a tomada que conduz, dos grandes geradores, a energia santificante para o seu espírito. Para que a luz do bem se faça correta na sua lâmpada mental, é imprescindível que você corrija as imperfeições dos condutores. O pensamento firme é fio de alta tensão com potência valiosa. Discipline-o, para que dele se utilize na indústria superior do bem. As mãos são tomadas poderosas para contatos eficazes. Eduque-as, para que o ajudem a conduzir a força de que você necessita. Corrija, desse modo, a posição das tomadas psíquicas, para que a energia do Senhor chegue ao seu mundo, inundando-o de clara e pura luz.

Envie este cartão

20. Ante o Senhor | Pergunta 661 de O livro dos espíritos

Ante o Senhor, é mais feliz aquele que dá. Principalmente quando dá de si mesmo. O objeto que você passa adiante muda apenas de mordomo. O amor que você distende a outrem, em forma de piedade, é doação incomparável. No entanto, a doação externa é, também, degrau de ascensão para as doações internas. A alegria de quem dá faz a moldura da doação, mas a dádiva em si mesma eterniza o benefício.

Envie este cartão

21. Provação-Resignação | Pergunta 662 de O livro dos espíritos

Provação – teste. Resignação – vitória. Em provação, o espírito se liberta. Com resignação, o espírito resgata. Provado, o cristão ascende. Resignado, o cristão sublima-se. Se alguém sofre ao seu lado, sofra também, lenindo as feridas da alma alheia com o azeite da sua bondade, orando por ele; e, se é você quem sofre, ligue-se a Jesus, orando, e liberte-se da dor, porque o breve ensejo na carne é para aprendizado e recuperação, vitória sobre o sofrimento e conquista da paz íntima, em perfeito equilíbrio, pois que em prece você “atrai a si os bons Espíritos e estes se associam ao bem que deseje fazer”.

Envie este cartão

22. Tarefas espíritas | Pergunta 675 de O livro dos espíritos

Provação – teste. Resignação – vitória. Em provação, o espírito se liberta. Com resignação, o espírito resgata. Provado, o cristão ascende. Resignado, o cristão sublima-se. Se alguém sofre ao seu lado, sofra também, lenindo as feridas da alma alheia com o azeite da sua bondade, orando por ele; e, se é você quem sofre, ligue-se a Jesus, orando, e liberte-se da dor, porque o breve ensejo na carne é para aprendizado e recuperação, vitória sobre o sofrimento e conquista da paz íntima, em perfeito equilíbrio, pois que em prece você “atrai a si os bons Espíritos e estes se associam ao bem que deseje fazer”.

Envie este cartão

23. Rendimento no trabalho | Pergunta 682 de O livro dos espíritos

Não se esfalfe hoje no serviço. Os séculos são patrimônio dos segundos. Nem se inutilize na paralisia. A face das rochas enfrenta os milênios. Movimente-se no dever e refaça-se no lazer, renovando-se nas tarefas do amor sob a égide do Administrador Compassivo do Mundo, para o rendimento do seu trabalho, compreendendo que “o repouso serve para a reparação das forças do corpo e também é necessário para dar um pouco mais de liberdade à inteligência, a fim de que se eleve da matéria”, conforme recomendaram a Allan Kardec os Mensageiros da Verdade.

Envie este cartão

24. Respeite a paz | Pergunta 683 de O livro dos espíritos

Respeite a paz e cultive-a, onde você se encontre. Se a algazarra triunfa, evite a exasperação. Serenidade é veículo de segurança. Guarde a paz no seu íntimo. Cada espírito tem o seu compromisso com a vida. No entanto, viver valorizando, com respeito, a paz que se guarda no íntimo, é operação possível somente a poucos que sabem trabalhar, até “o limite das forças”, pela paz de todos.

Envie este cartão

25. No uso | Pergunta 711 de O livro dos espíritos

Abençoe as moedas que lhe chegam às mãos, utilizando-as na construção da felicidade de todos. O Senhor, em se reportando à felicidade de ajudar, ensinou que é bem-aventurado todo aquele que dá com alegria, prosseguindo livre de toda escravidão, porquanto, se “o uso dos bens da Terra é um direito de todos os homens”, como asseveraram os sábios Mentores da Codificação Espírita, e “conseqüência da necessidade de viver”, não podem ser tais bens convertidos em instrumento da ruína para quem quer que seja.

Envie este cartão

26. Sinal de perigo | Pergunta 712 de O livro dos espíritos

Ore – a prece é antídoto para qualquer mal. Silencie – quem cala, guarda valiosos recursos de equilíbrio. Conserve a calma – a tranqüilidade pode ser considerada domicílio da paz. Exercite a paciência – quem não pode esperar, está vencido antes de combater. Confie no bem – sem confiança não há clima de entusiasmo para a vitória. Observe antes de agir – precipitada, qualquer solução é inadequada e falha. Analise a força da fé – enquanto ruge a tormenta, reforce a crença. Ofereça a tentação à contabilidade da experiência – vitória que se alcança pode ser considerada lucro no Caixa da Vida.

Envie este cartão

27. Resguarde-se | Pergunta 712 de O livro dos espíritos

Resguarde-se de acusar. Quem profere sentenças contra os outros, sentencia-se a si mesmo. Resguarde-se de ofender. Quem atira pedras a esmo, alguma poderá atingir a cabeça do arremessador. Resguarde-se da insensatez. Responderá você, não apenas pelo mal que faça, mas também pelo bem que morreu em suas mãos. Resguarde-se de todos os males, exercitando o verbo amar, na prática diária do dever e da caridade.

Envie este cartão

28. Hábitos | Pergunta 718 de O livro dos espíritos

Transforme a virtude num hábito normal entre as atividades naturais da existência. As necessidades de qualquer ordem, quando atendidas com equilíbrio e regularidade, criam hábitos que se incorporam à dieta da vida. Fazer o bem é edificar a própria vida. Ninguém pode fugir a essa força imperiosa que é a evolução. Assim fazendo, possuirá “força e saúde”, através dos lastros de misericórdia e atitudes elevadas que movimentar, como hábito espontâneo da vida, para o trabalho.

Envie este cartão

29. É necessário | Pergunta 720 de O livro dos espíritos

Abra os braços e receba o auxílio da aflição, agradecendo o ensejo evolutivo. A lágrima tem sido companheira constante de todo mártir. Não se recuse ao testemunho, na viagem cristã. Quem ainda não experimentou a luta desconhece o vigor da fé que possui. Trace os seus roteiros de sublimação, dispensando os excessos e dando quanto possa “aos que carecem de bastante”. “Privando-se dos gozos inúteis” em favor do seu próximo, você “elevará sua alma”, librando, por fim, acima das vicissitudes.

Envie este cartão

30. E destruir-se-á | Pergunta 729 de O livro dos espíritos

Cultive o pessimismo. Conserve mágoas. Aceite a condição de infeliz. Evite a alegria. Duvide de todos. Não há organização física nem psíquica que possa manter um programa de tal quilate sem que o suicídio indireto não lhe roube a existência material. Jesus, o Excelente Psicólogo das criaturas, já asseverara: “Brilhe a vossa luz!”, como a dizer que, onde a luz não fulgura, a morte reside com todo o séquito de precursores e arautos do seu reino.

Envie este cartão

31. Doação de acréscimo | Pergunta 748 de O livro dos espíritos

Dar o que lhe pedem é um impositivo de elegância e distinção. Dar, no entanto, mais do que lhe foi solicitado é elevada concessão a que você não está compelido. Quem cultiva o bem para os outros, beneficia-se em primeiro lugar. O homem bom ignora... Mesmo “agredido, pode preservar a vida, sem atentar contra a de seu agressor”. Por isso propôs o afável Rabi: - “O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem”. Ele mesmo, Modelo e Guia, testificando Suas palavras, ao ser afligido por todos, na punição indébita em odienta cruz, transformou o flagício em honra, ajudando, incorruptível,quando aparentemente carecia de ajuda; e, retirando do “bom tesouro do Seu coração” o bem que O destaca milênios afora, espera até hoje por você.

Envie este cartão

32. Amigos | Pergunta 748 de O livro dos espíritos

Procure o companheiro que se afastou de você, enquanto está no caminho com ele. Um coração diferente é sempre alguém em necessidade. Do mesmo modo, não se descuide do culto da gentileza junto aos amigos. São eles abençoadas flores da fraternidade. Mantenha velhas amizades. Constituem-se elos de santificação no caminho das almas. O coração que ama jamais envelhece. Seja gentil com os amigos idosos. Um velho amigo é como jóia de fino lavor e de alta tradição. Adquira novos amigos, gerando simpatia e ampliando o círculo de afinidades. Ninguém vive sem amigos. Eles são como anjos nos caminhos dos homens.

Envie este cartão

33. Clima abençoado | Pergunta 768 de O livro dos espíritos

Não se agaste com as investidas do mal, nem se surpreenda com a aparente vitória do crime. Reconheça-se imperfeito, em luta de aprimoramento, aceitando tudo com humildade e segurança. A vitória não precede a luta; somente os fortes chegarão ao fim dos combates. Desse modo, guarde o otimismo e a alegria como normas de conduta íntima, espalhando as messes do amor a que você se afeiçoa, como bênção do Céu para a felicidade da Terra, numa extensão de abençoado clima, na sociedade onde você vive.

Envie este cartão

34. Auxiliar | Pergunta 779 de O livro dos espíritos

No culto do auxílio, abra o coração ao socorro e você descobrirá as fortunas da caridade ao alcance de suas intenções. Você pode auxiliar onde quer que esteja, com o que tenha, como se encontre. Seja o irmão que socorre a qualquer hora. Seja o ouvido que escuta a aflição sem enfado. Seja o verbo que consola sem pretensão. Seja a esperança que alberga sem exigência. Ligando-se ao Senhor, irmane cérebro a coração no ministério do auxílio, vencendo as distâncias espirituais que o afastam dEle e seguindo resoluto sob o peso da própria cruz, a fim de receber os clarões divinos na glória da imortalidade.

Envie este cartão

35. Auxiliar | Pergunta 780 de O livro dos espíritos

Acredite no próprio esforço e trabalhe pela renovação pessoal, concedendo aos outros a mesma moratória para o equilíbrio, como a que o Céu lhe honra os dias na romagem carnal. Vitalize o bem, no mundo íntimo, e compadeça-se dos que se demoram na retaguarda. Aprenda a confiar no caráter alheio, como gostaria que confiassem na sua dignidade. Trabalhe a vontade, para que a conduta não fale mal da sua crença; antes, permita que o conheçam pelos atos novos. Estude os postulados com que o Codificador projetou a fé renovada; no entanto, poupe-se à discussão infrutífera. Trabalhe, principalmente, em você mesmo e, desculpando, servindo e amando, edificará no íntimo o Reino que preconiza em nome de Jesus Cristo, atraindo muitos aos Seus braços para a viagem ao planalto divino da vida abundante.

Envie este cartão

36. Convém recordar | Pergunta 781 de O livro dos espíritos

Não basta combater o crime. Cultive a ordem. Não se ligue aos beneficiários da “boa vida”. Antes, incorpore-se aos realizadores da “vida boa”. Não lhe aflija o triunfo falso da calúnia. No oceano da verdade, silenciam as vozes de todos os rios da infâmia, abafadas pelos bramidos soberanos. Siga o seu rumo, recordando o amor na sua faina santificante de transformar o mundo, e faça o melhor ao seu alcance, porquanto, se ao homem não é “dado o poder de paralisar a marcha do progresso”, é-lhe permitido, “às vezes, o de embaraçá-la”, para seu próprio escarmento.

Envie este cartão

37. Faixas mentais | Pergunta 791 de O livro dos espíritos

O egoísmo retém sequazes nas faixas da solidão. Os avaros constróem faixas douradas e caminham nelas com os pés enlameados, perdendo a vida em prisões de marfim e gemas. Os ambiciosos descobrem os valores aquisitivos do gozo e cingem-se às faixas do prazer enganoso, sendo vencidos, logo mais, pela loucura. Discutidores inveterados, fanáticos infelizes, comensais incansáveis, vaidosos parvos, vencedores ruidosos, perturbados pretenciosos, astutos banais carregam os fardos das aquisições pessoais. Tenha cuidado com eles. Fale, socorra, atenda, mas não lhes penetre as faixas. Junto a eles você será útil; penetrando-lhes as mentes, você enlouquecerá. Alce-se às faixas do bem, voando com as asas da prece e do amor às amplidões do bem vitorioso. Confie-os ao tempo e faça como a luz: derrame claridade, seguindo além.

Envie este cartão

38. Não custa tentar | Pergunta 807 de O livro dos espíritos

Sorria. O sorriso espontâneo desmancha qualquer tensão, amenizando o clima de inquietação moral. Ore. A oração consegue o clima de entendimento fraterno onde o erro conspira e o crime fere. Ame. O amor é vínculo que harmoniza tudo no Universo; é uma ponte sobre o abismo da soledade das almas. Desculpe. A desculpa sincera é como abençoada chuva: refresca o coração onde se espalha. Perdoe.  O perdão é como remédio balsâmico e eficaz na chaga aberta em carne viva. Viva. Experimente viver cada minuto, em cada dia, integrado no bem, ligado a Jesus, e terá os dias alongados e as horas felizes. Jesus é a própria vida sorrindo, se você não tiver feito os outros sofrerem o que você mesmo não deseja sofrer.

Envie este cartão

39. Antes é melhor | Pergunta 827 de O livro dos espíritos

Renasça hoje para a vida abundante. Deixe na retaguarda as sombras e as recordações dolorosas. Rompa a grilheta do passado e desperte para as atividades enobrecedoras. Esqueça a mágoa; desculpe o acusador; apague o incidente danoso. A água tranqüila paralisa o lodo que lhe macula a limpidez.

Envie este cartão

40. Força e vontade | Pergunta 875 de O livro dos espíritos

Você tem força, tem vontade. Com vontade firme, domine a força dos maus hábitos e conduza a sua energia para a ação salvadora. Com força moral, dirija a vontade para os altos objetivos. Quando a força domina a vontade, o homem se transforma em joguete de perigosos males. Força – expressão de músculos... Vontade – manifestação de alma... Governe a sua força, comande a sua vontade e, antes que domine fora, faça-se senhor de você mesmo, convertendo-se em leme de paz e justiça na barcarola da vida, respeitando sempre “os direitos dos demais”.

Envie este cartão

41. Em seu benefício | Pergunta 879 de O livro dos espíritos

Espere um pouco: os quadros da existência se modificam tão rapidamente que, às vezes, uma atitude precipitada põe a perder um programa de redenção. A exemplo de Jesus, pratique “o amor e a caridade, sem os quais não há verdadeira justiça”, consoante a preciosa lição dos Missionários do Mundo Maior.

Envie este cartão

42. Vida e valores | Pergunta 883 de O livro dos espíritos

Os pensamentos que programam atividades são cartas de crédito, cujos valores reais somente podem ser estimados pelas expressões nobres que traduzem. Respeite e enobreça, com os seus sacrifícios, o estabelecimento de moedas-luz que Deus lhe empresta para a caminhada com os homens. Se a falência comercial desonra o perdulário e o invigilante, a falência espiritual desequilibra a alma por muitos anos a fio...

Envie este cartão

43. Caridade | Pergunta 886 de O livro dos espíritos

Caridade é luz no caminho de todas as almas. Atenda a quantos lhe batam à porta como venham, como sejam, como estão. Nada pergunte, nada exija, nada imponha... Dê – se tiver. Ajude – se puder. Atenda – se quiser. A infinita misericórdia de Deus lhe dá sempre, muito além de quanto você necessita, sem lhe solicitar coisa alguma. Faça da caridade a mensageira do seu amor e viverá num mundo feliz.

Envie este cartão

44. Modificações renovadoras | Pergunta 893 de O livro dos espíritos

Espraie um olhar em sua volta no próprio domicílio: As estantes abarrotadas de vozes caladas que a traça devora. Os armários entupidos de roupas fora da moda que o tempo encurta. As caixas ocultando calçados que não mais lhe servem aos pés. Os agasalhos de inverno abandonados nos sótãos, entregues ao apodrecimento. Os móveis acumulados por coleções que se esfacelam. As farmácias improvisadas, cheias de remédios que aguardam as suas enfermidades, sofrendo a ação do tempo. E ganhando campo o pó enfeita-os, o mofo cobre-os e você nada vê...

Envie este cartão

45. Mensagens ativas | Pergunta 908 de O livro dos espíritos

Examine a fonte de recursos generosos que você possui e não hesite na movimentação dos valores que lhe traduzam a visão espiritual. Benfeitor é aquele que não se apercebe do bem que realiza. Malfeitor é aquele que, pensando em prejudicar os outros, compromete a si mesmo. Com o Evangelho no pensamento, convertido em nascente de recursos preciosos, o espírito ascende em busca da luz enquanto as mãos mergulham no solo, em tarefa de socorro à vida, traduzindo a vitória do amor do Cristo no coração.

Envie este cartão

46. Eles o apresentam | Pergunta 909 de O livro dos espíritos

Seu sistema nervoso experimenta e reflete as vibrações da sua alma. Equilíbrio psíquico ou enfermidades expressam a sua conduta espiritual. Serenidade traduz sintonia com o dever. Alegria revela quitação com a consciência. Otimismo representa confiança robusta na vitória final. São eles conseqüências naturais a falarem dos exercícios mentais sadios que lhe empolgam a vida íntima.

Envie este cartão

47. No roteiro da luz | Pergunta 912 de O livro dos espíritos

Apazigúe a tormenta íntima enquanto você dispõe da força da mocidade. Acenda a sua lâmpada com o azeite dos dias felizes para as horas da noite escura da velhice. Conserve a fé enquanto há oportunidade de realizar. O roteiro com que a Doutrina Espírita lhe abre as portas da felicidade não é diferente daquele com que Jesus Cristo o enobreceu. A estrada de Cafarnaum e os caminhos da Úmbria, onde Jesus semeou as venturas da vida e Francisco de Assis viveu o sacerdócio de renúncia e abnegação plenas, são os seguros roteiros para todo dia, na abençoada romagem da luz.

Envie este cartão

48. Ainda hoje | Pergunta 919 de O livro dos espíritos

Acaricie a esperança todas as horas. Faça exercícios mentais de saúde, repetindo: – Jesus é vida abundante! A luz que brilha em tudo fala da vitória do dia otimista sobre a noite escura. “Brilhe a sua luz” – disse o Senhor. Acenda a luz da sua alegria e avance. A mais eficiente maneira de conhecer-se a si mesmo é você exercitar o espírito e o corpo com a virtude, a nobre ginástica da vida sadia.

Envie este cartão

49. Não é assim | Pergunta 922 de O livro dos espíritos

Você negligencia o traje, alegando humildade; no entanto, atesta descaso pela higiene. Você recusa qualquer disciplina, apregoando tolerância, e se mancomuna com o crime. Você contrai o cenho, afirmando austeridade, mas ninguém sabe que Jesus fosse carrancudo, embora vivesse a retidão plena. Você aderiu à Doutrina Espírita e se empolgou, mas a falta de estudo bem conduzido empurra-o para o fanatismo onde cultiva a ignorância. Estimule o bem e faça o bem, mas não inove, fazendo anexações de velhas crendices à Causa Espírita, porque, embora não importe o vaso para a identificação das essências, é sabido que os aromas sutis são guardados em vasilhames cuidados e de boa aparência.

Envie este cartão

50. Um minuto apenas | Pergunta 932 de O livro dos espíritos

Evite o pessimismo e não considere a vida através do momento que passa, se este não lhe é propício. Valorize todas as coisas e pessoas, embora tudo sorria para você. Num minuto apenas, o que era luz se transforma em noite, o incêndio devora,o ladrão rouba as jóias faiscantes, a casa desaba, o jardim de alegria fenece,um terremoto rompe a terra, sepultando tudo... Num minuto apenas, você pode receber a visita do Cristo e modificar o roteiro da existência, eternizando, no precioso escrínio das suas posses, essa jóia invulgar que não volta jamais com o mesmo valor: o minuto!

Envie este cartão

51. De bom alvitre | Pergunta 938 de O livro dos espíritos

Você se diz decepcionado, porque o verbo que enflorescia a boca do pregador das verdades eternas não traduzia a espiritualização do falante; porque o sorriso, cantando na alma do companheiro, não representava felicidade; porque o esforço do auxiliar não significava fidelidade; porque a gratidão não era a expressão moral daqueles a quem você ofereceu acolhida; porque o amor dos confrades não era feito de renúncias... Você esqueceu que, à sua semelhança, também eles têm necessidades, também sofrem, também guardam compromissos com a vida, também lutam... Você olvidou, também, que o cristão segue o Cristo, e que a Terra, longe de ser o Paraíso, é  escola de bênçãos para todos, distribuídos em classes de níveis diferentes em busca da evolução. É de bom alvitre, pois, procurar Jesus Cristo, que fulge como luz inextinguível para a sua alma, ligar-se a Ele, segui-lo e ajudar todos aqueles que na retaguarda necessitam de alguém, com a certeza plena de “que o ingrato se envergonhará e terá remorsos da sua ingratidão”.

Envie este cartão

52. Cada um | Pergunta 942 de O livro dos espíritos

Cada espírito tem um roteiro. Siga alguns passos mais, se você deseja ajudar. Da mesma forma, cada solo, cada clima, cada espécie produz segundo as próprias características.No entanto, convém considerar que a adubação corrige a terra, a estufa e a umidade retificamo clima e o enxerto modifica a espécie. Aplique o fertilizante da tolerância, a estufa do entendimento, o orvalho da esperança e o enxerto do amor junto àqueles que estão no campo da vida com você; e o tempo, generoso e sábio, em nome do Senhor, fará o resto.

Envie este cartão

53. Seguirá com você | Pergunta 944 de O livro dos espíritos

Procure conhecer melhor os outros enquanto se conhece. Neles você descobrirá heróis anônimos, vestidos de andrajos. Identificará retidão e honra, cobertas de humildade, em testemunhos comoventes. Experimentará alegria por tê-los amigos e se comoverá por ajudá-los. E amanhã, quando você partir da Terra, não seguirá sozinho. O amor deles irá com você, principalmente porque não terá transgredido a lei de Deus, num suicídio por negligência ou vontade própria.

Envie este cartão

54. Clima de luz | Pergunta 945 de O livro dos espíritos

Fomente a claridade do entendimento fraterno por onde passe. Cada alma difunde a paisagem moral em que habita. Se você está filiado à Boa Nova, estime o clima de luz e entendimento que a fraternidade lhe oferece e prossiga, espalhando a compreensão entre todos. Para cooperar com o aniquilamento do crime, não lhe empreste valor. “Não retribuindo mal por mal, nem injúria por injúria”, bendiga a glória de espalhar a luz, “sabendo que para isto foi chamado”, consoante a informação do Apóstolo Pedro no versículo nove, do capítulo três, da sua primeira Epístola Universal.

Envie este cartão

55. Idéia | Pergunta 961 de O livro dos espíritos

Toda idéia que se fixa na mente, após a natural estada no psiquismo, transforma-se em força atuante que se torna atividade.Daí o dizer-se que “o homem é o que pensa”.Dirija, então, o pensamento para os planos nobres da existência planetáriae você se regozijará com os reflexos do Mundo Superior, respondendo aosfirmes apelos do seu dínamo mental.Ligado a Jesus Cristo, o Protótipo da Idéia-Vida, renove-se hoje e sempre, pensando no bem, a fim de que o Bem Inefável conduza os seus dias na Terra.

Envie este cartão

56. Aproveite sempre | Pergunta 978 de O livro dos espíritos

Aquilo que ontem parecia castigo, hoje significa intimação ao dever maior. O que agora representa limitação que desaponta, amanhã será identificado como disciplina transitória que corrige. Procure receber todas as dificuldades com fervorosa confiança no Senhor,que o seleciona pelas qualidades de serviço, abnegação e renúncia. Mantenha, assim, o ideal do bem hoje e sempre, acima de todas as vicissitudes,porquanto, se a carne transitória marcha para o túmulo, o espírito, nas lutas que o vitalizam, lentamente se renova em demanda da vida imperecível.

Envie este cartão

57. Contra | Pergunta 987 de O livro dos espíritos

Faça uma larga e nobre campanha contra: a malquerença.O Espiritismo é doutrina de amor; a injustiça;O Espiritismo é doutrina de equilíbrio; o ódio.O Espiritismo é doutrina de perdão; a perversidade.O Espiritismo é doutrina de mansuetude. Seja contra aquilo que o deprime e o torna “menino espiritual”.Cresça moralmente, considerando que a Doutrina Espírita que o dignifica é a porta de triunfo para a sua redenção espiritual, desde que você tudo fez para não ficar estacionário, avançando no rumo da perfeição.

Envie este cartão

58. Reconhecimento | Pergunta 992 de O livro dos espíritos

Conduza com mão amiga quantos vivem no mundo ao seu lado e, à semelhança do sol que se dilata sobre justos e impenitentes, distenda o amor que o Mestre lhe oferece, ajudando indistintamente.“Quando a consciência o exprobre e lhe mostre uma imperfeição”, você  “pode sempre melhorar-se”.Permaneça atento ao chamado da dor e agradeça a Deus, reconhecido, o ensejo de burilar as imperfeições, fazendo “que, já na vida atual, o (seu) Espírito progrida”.

Envie este cartão

59. Roteiro de felicidade | Pergunta 1018 de O livro dos espíritos

O tesouro do amor não tem preço:Expresse delicada frase a um atormentado...Esqueça uma ofensa...Planifique um trabalho edificante...Abra um escoadouro para a água estagnada...Ajude a tenra plantinha...Enxugue uma lágrima no rosto de alguém...Medique uma ferida...Lave a face suja de uma criança pobre...Sorria a um mendigo das ruas...Desculpe a palavra impensada da esposa ou de um amigo...Inspire um bom pensamento a alguém, através da conduta reta...Doe algumas moedas que se transformem em pães para esfaimados...Lembre-se do Senhor nas suas obrigações habituais...Alce-se, assim, ao amor e o amor de Deus guardá-lo-á  “em todos osdias da sua vida”; e você experimentará, desde agora, as delícias do Reino dos Céus, que, conforme afirmaram os Abnegados Vexilários do Mundo Maior, “está onde quer que domine o amor do bem”.  

Envie este cartão


Volte para a página principal dos cartões virtuais